Escolha como ler

Sobre a Fé

30 de agosto de 2017



Uma palavra tantas vezes usada no nosso dia a dia
-Hey amigo, você precisa ter fé!
A verdade é que poucos conseguem ter a real compreensão dessa palavra tão pequena, mas com um significado maior que o mundo inteiro.

A fé está em tudo que se vê e no que é invisível
A fé é a confiança de que por mais difícil que seja a sua situação, chegará o tempo de paz
É o olhar misericordioso com aquele que você não conhece, e torce para que ele vença na vida
É o resultado da maturidade, do não pedir só e apenas para si
Fé é acreditar que uma barreira pode ser destruída em nome do bem

A verdade é que muitos falam em fé, mas no mais breve processo de prova, essa pessoa não suporta ficar de pé e esmorece
É o pai, o filho, o amigo que adoeceu e só um milagre pode salvá-lo
É aquela decepção com um amor, a perda de um emprego, de uma amizade
Perdemos a fé pelo muito e pelo pouco, mas há que se segurar firme

Quando você recebe um abraço e nele consegue sentir que a pessoa ali realmente se importa com você, ela está te repassando a fé dela
Quando você se vê numa situação ruim e mesmo assim antes de pedir, agradece, você está tendo fé
Quando você acorda e tem a certeza de que aquele novo dia é um presente, você está usando a fé para ser positivo

Existem milhares de situações dentre as quais a fé vai estar em evidência
Cada um sabe onde o sapato aperta, então temos que usar a fé sempre a nosso favor
Embora pareça piegas, a verdade é que realmente a fé sem obras é morta
Portanto não use apenas a fé e espere o milagre cair dos céus
Lute por ele!

Demonstre sua fé amando o seu próximo, demonstre com gestos, palavras, tudo que puder!
Busque mudanças que sejam imprescindíveis em sua vida
Sinônimo de fé é confiança, então confie em si e mude!
Tenha fé em Deus, fé nas pessoas, fé na natureza e em todas as coisas

A fé é muito particular e dificilmente transferível 
Então cultive a sua
Não perca tempo com ninharias. Use a sua fé para o bem e não apenas para você
Afinal: A fé é a certeza das coisas que se esperam, a convicção de fatos que não se vêem

E nunca, jamais, em tempo algum deixe de ter fé!

Deh

(Re) Construir

12 de agosto de 2017



Tijolo por tijolo. Pedra por pedra.
Aprenda a construir-se
Se desabou, caiu, rachou
Aprenda a reconstruir-se também

Ninguém nasceu tão forte que não esmoreça por conta de uma dor, uma perda
Ninguém pode te culpar por um fracasso, por não ter conseguido vencer de primeira
Olhe para os lados. Quem te ensinou a ser melhor também errou...
Aprendeu também com aquele erro a ser menos exigente
Aprendeu a ser paciente e ter sabedoria para acreditar que na hora certa tudo vai melhorar

Não tenha preguiça de fazer as mudanças necessárias
Se teu mundo caiu, suas expectativas foram ao chão
Que do chão também comece a brotar uma nova chance, uma nova morada
E não espere que alguém venha oferecer ajuda
Essa mudança quem faz é você
Levante as paredes, crie colunas fortes, cubra o telhado

Reconstruir é recomeçar. Reconstruir é dar-se a chance do novamente
E todos nós temos essa chance. Não desperdice!
Então vamos lá! Comece tudo de novo!

Costure o que se rasgou, repare o que se quebrou
Valorize àquele que sempre te ajudou, mesmo nos momentos ruins
Ofereça a quem fica porque quer um bom chá, café e bolo
Chame para conversar e agradeça. Nunca deixe de ser grato pelo que recebe de bom
Seja um sorriso, um conselho ou apenas um aperto de mão

Re-construir, Re-edificar, Re-erguer, Re-constituir
Aprenda que desistir não é e nunca será a melhor opção
Se for desistir, que seja dos sentimentos ruins, dos problemas, de não-amores
Aqueles que  te maltratam e só servem para causar mais dores
Desista do desassossego, desista da aflição, desista do que faz mal ao coração

Reconstruir é falar pra si mesmo: Dessa vez eu vou conseguir!
E se não for dessa vez, que seja em outra e outra...
Junte os pedacinhos e monte seu quebra-cabeça
Vai dar um bom trabalho, mas quem disse que seria fácil?

Depois de refeita, aprecie sua morada, passeie por dentro de si
Olhe pela janela do seu quarto, a janela da sua alma
E contemple a natureza lá de fora
Agora respire devagar
O novo chegou, você superou, o tempo ruim passou
E agora o tempo é já!

E que o seu novo eu agora seja motivo de seu maior orgulho
Reinvente-se a cada dia e lembre-se:
Sempre haverá chances de reconstruir-se
Se caiu uma vez, há mais mil chances de recomeçar!

O que está esperando?


Deh Will♥

Não aceite viver de migalhas

3 de julho de 2017


Não aceite o pouco,as migalhas, o resto
Não aceite ser e receber menos do que você merece
Se de ti pedem o seu todo, seu esforço, o máximo e o melhor
Que seja recíproca também a doação que vem do outro
Queira tudo e queira mais!
Exija os seus 100%
Com reajuste ou mesmo sem aumento
Mas que seja intenso, grande e que não acabe nunca!

Quem aceita viver se doando ao máximo e recebendo migalhas
Não pode reclamar quando se tem um amor que não é inteiro
Aquele te procura só quando convém
E você vai aceitar isso até quando?

Amores vão e vem, mas você...você tem que ser único!
Seja protagonista da sua vida e não o coadjuvante
Todos nós temos fé e esperamos que aquele alguém nos valorize
Nos dê a paz que tanto almejamos
Mas às vezes ele só quer aliviar a dor
E quando tudo passar, ele segue seu caminho e te deixa para trás

Não aceite ser o remédio paliativo
Aquele que só se toma quando se lembra e quando dói
Não aceite ficar preso dentro da gaveta
Esquecido, arquivado como um belo poema antigo
E só quando se é encontrado, mesmo que sem querer
É lido e aí a pessoa pensa: Nossa, que poema bonito!
Deve ser por isso que o guardei aqui...

Não, não aceite ser usado
Isso é ser desrespeitado
E você sabe que vale muito mais!
Seja como a flor do campo
Livre, bela e colorida
Deixe que te admirem
E acredite
Você tem potencial para ser muito mais!

Muito mais que um objeto bonito que enfeita a estante
Muito mais que um remédio que cura a dor passageira

Enquanto você aceitar as migalhas de um pão dormido que não matam a sua fome
Aquele ou aquela que te oferece este pouco, ganha o máximo que você tem
Se achar justo continuar a viver da mesquinharia alheia, continue
Mas se achar que vale mais, e eu acho que sim
Aprenda a exigir, a querer o melhor pra si, a se dar valor

Quanto mais houver valor próprio
Cada vez mais haverá amor!

Valorize-se♥

Deh

A felicidade está em pequenos gestos

23 de abril de 2017




Volto eu depois de um tempo me dedicando aos meus projetos particulares para mais um blábláblá que vocês já estão acostumados😆
A verdade é que esses últimos dias eu passei por momentos nada bons, mas sempre tento tirar alguma lição boa da vida e mesmo quando tudo está ruim, há sempre algo a se aprender daquela situação. A verdade é que mesmo passando por alguns apertos, eu conseguia encontrar a felicidade em pequenos gestos. Eu poderia escrever um texto aqui sobre os problemas atuais, sobre os livros que venho lendo (e não são poucos), sobre qualquer coisa, mas na verdade eu conheço um pouco dos meus leitores e sei que muitas vezes eles e eu precisamos de palavras que possam dar um "up", caso alguém esteja passando por um tempo ruim na sua vida particular.

Foi das leituras e conversas que tive nesses tempos que comecei a perceber como pequenos gestos podem mudar uma situação ruim na vida de alguém. Como bem sabemos não existe receita para ser feliz. A felicidade é uma opção...e eu sei que muita gente pode dizer que isso não é verdade, mas eu digo isso por mim. Quando eu digo que passo por apertos, que tenho problemas, que sofro, que choro, aquilo ali também não deixou de ser uma opção minha e a verdade é que às vezes a gente acaba fazendo do sofrimento uma lição para nos sentirmos vivos. Como diz a bela frase musical: " Mas pra fazer um samba com beleza, é preciso um bocado de tristeza...senão não se faz um samba não". Eu não posso reclamar de forma alguma dos problemas que passo e tenho encarado de frente, porque algumas escolhas foi eu que fiz. Eu não posso reclamar por exemplo, que eu estou sofrendo porque estou estudando demais, se quem escolheu estudar fui eu...mas a gente reclama não é!? Não tem jeito não.


É para combater um pouco desse sentimento que as coisas estão indo de mal a pior que eu te indico a procurar a felicidade no pouco, nos pequenos gestos que se faz e que se recebe. Antes de sair de casa agradeça por mais um dia de vida, dê "bom dia" aos conhecidos e desconhecidos, leve uma vida leve, olhe as pessoas nos olhos, procure sorrir um pouco mais, agradeça as gentilezas e seja também gentil. E se o dia não começar bem? Agradeça mesmo assim e tente fazer com que o amanhã seja melhor que hoje. Como disse a um amigo hoje, os dias são eventos repetitivos, quem faz a diferença é você, então procure ser melhor a cada dia e não tenha medo de ser feliz. 

Em tempos de crise financeira, de crise política, de modismos interligados a uma vida fútil, a estímulos a se tirar a vida, talvez um pequeno gesto possa ajudar a amenizar tantos problemas sociais e pessoais. Mesmo que pareça impossível, continue tentando fazer o seu melhor, ajudar aquele seu amigo que passa por uma situação ruim, conversar para aliviar suas próprias dores e tentar ser feliz mesmo com pouco, porque a felicidade é pra todos. Nunca duvide disso.

Eu aqui, agradeço a paciência de quem me lê mesmo quando eu tenho pouco a falar ou escrevo coisa com coisa, mas quando eu penso nas minhas dificuldades e problemas, eu lembro do meu próximo e como eu desejo o melhor pra minha vida, assim eu tento fazer o melhor pelos outros também. Espero voltar em breve com assuntos mais pertinentes e quem sabe até "modernos" rs...pois me dizem que eu sou muito "clássica" (Isso significa que sou velha mesmo). De qualquer forma, eu espero de coração que o meu pequeno gesto hoje te ajude a ter um dia melhor, a passar com mais tranquilidade por um momento de turbulência. Não há dor que seja eterna, então acredite que um dia você vai lembrar de tudo que passou e vai agradecer e dizer a si mesmo: graças àquele problema eu pude crescer e amadurecer e ver que a minha felicidade depende só de mim.

Seja feliz!

Um grande abraço

#gotasdevalor

Deh

Os males da preocupação em excesso (Estresse, ansiedade e depressão)




PS: Subi esta publicação a pedido de amigos queridos (Data de publicação original 14/09/16)


"Contas, contas e mais contas...como eu vou fazer para pagar tudo isso? Acordo cedo todo o santo dia para chegar no horário certo do trabalho, mas sempre tem um engarrafamento que me atrapalha... e esse excesso de trabalho e cobranças que está me deixando louca! Eu fico lembrando de como as coisas eram boas no passado e agora não tenho motivos para me orgulhar de nada. Isso tem me deixado tão pra baixo..."

Se este é um breve resumo da sua vida ou pelo menos você sentiu uma pequena semelhança: cuidado! Você pode estar se preocupando em excesso. Mas o que isso significa? 

A preocupação em excesso, principalmente nos dias de hoje tem se tornado comum e ao mesmo tempo tem sido considerada como o grande mal do século. Estamos vivendo em um tempo em que tudo, absolutamente tudo gera preocupação. Isso tem desencadeado três males dos quais um complementa o outro. Vamos a eles:

Excesso de preocupação com presente =  Estresse



Você pode negar, mas o fato é que muitos de nós sofremos de estresse, seja em excesso ou não. O estresse está baseado nos problemas e pendências do tempo presente. São os desafios no trabalho com serviço acumulado, ter que lidar com pessoas mal educadas, irônicas e impacientes, se atrasar todo dia e ter que inventar uma desculpa para não ter o salário descontado. São cobranças diárias tanto de superiores, como pessoais. Geralmente o transtorno causado pelo estresse está muito ligado ao trabalho e até mesmo a falta dele, ainda mais em tempos de crise onde a taxa de desemprego tem se tornado cada dia maior. Você se torna uma pessoa mal humorada, entediada e perde a vontade de fazer as  coisas da forma correta. Negar que essas cobranças não te incomodam, seria o mesmo que ficar preso num quarto com seu pior inimigo. Você pode tentar ignorar, mas a sua própria face vai entregar a sua insatisfação. 
A qualidade de vida de uma pessoa que vive extremamente estressada passa a ser zero, pois ela não produz mais coisas boas e sua irritabilidade tende a afastar as pessoas, deixando-a isolada. A linha de raciocínio dela se torna péssima e a energia negativa passa a ser um de seus maiores aspectos visíveis tanto nas suas ações quanto em seus pensamentos, não conseguindo resolver seus problemas, alegando cansaço, tristeza e falta de motivação.


Excesso de preocupação com o futuro = Ansiedade




A ansiedade também atinge grande parte da população nos dias atuais. Ela se encarrega de criar em nossas mentes a preocupação de: Como pagar nossas contas se o salário atrasou, como passar naquela prova que você precisa tanto, mas não se acha totalmente preparado, como vai lidar com aquele seu superior que vive te inferiorizando e achando tudo o que você faz descartável. 
Quem sofre de ansiedade geralmente demonstra por algumas características básicas como: insônia, gula, irritabilidade e muito cansaço. Isso acontece porque quando o cérebro está pronto para descansar, isso não acontece. Começamos a pensar no famoso: "e se"... daí, começa um mundo de possibilidade na nossa cabeça e quando você pensa demais, tudo pode sair do lugar. Se seu cérebro está naquele momento de descanso e você começa a sobrecarrega-lo com pensamentos vindo por todas as direções, você acaba despertando partes que estavam sossegadas. Daí começa a assaltar a geladeira e nada, absolutamente nada te satisfaz, o sono some de vez, pois seu pensamento está sempre alerta e quando amanhece o dia você está com a bateria totalmente descarregada para encarar os desafios de mais um dia. 
De longe percebemos que isso não é nada saudável...

Excesso de preocupação com o passado = Depressão



Agora sim chegamos ao ponto principal. O grande mal do século. Sim, a raiz de grande parte dos males que nos atacam está diretamente ligado ao passado. O passado nunca foi e nunca será um tempo ruim para ser recordado, mas em excesso causa um grande problema na vida de qualquer pessoa. A depressão não é só o excesso de passado. Este é apenas o seu início, onde cria uma interligação com outros males (ansiedade, estresse, etc) e surge como um grande gigante que assola nossos pensamentos. 
O excesso de passado, neste caso faz com que a pessoa se sinta incapaz de ser tão feliz e boa como era no passado. Ela também se desencadeia de uma perda, seja um falecimento ou um término...afinal, perder uma pessoa que amamos acaba tirando o nosso chão e lembrar como no passado tudo era tão lindo e perfeito e hoje não é mais, traz a ideia de que nunca mais haverá dias melhores. Logicamente existem outros muitos fatores que desencadeiam a depressão como a aceitação, o racismo, preconceito entre tantos outros.

A depressão junta as piores características dentro de nós: tristeza, sentimento de incapacidade, dores psicológicas, reclusão, sofrimento excessivo, falta de expectativas, etc... E o pior de tudo isso é a falta de atenção da sociedade em julgar essas casos como "frescura". 
É importante saber que todos esses males são tratáveis. Hoje em dia temos como diagnosticar todos esses males, que são chamados de "doenças modernas". Não se pode também, achar que isso é uma coisa a toa que vai passar. Nem sempre passa, e é para isso que temos médicos especializados em diagnosticar e se preciso, medicar com ajuda de remédio e terapias, para que em breve sua saúde de restabeleça e você possa usufruir de uma vida saudável novamente. Conselhos são sempre bons, mas nunca podem ser substituídos pela ajuda de um profissional. Lembre-se sempre disto.

 Buscando o ponto de equilíbrio da vida



Para todos esses males existe a cura, mas se uma mudança não partir de você, nem médico, nem amigos ou família poderão te ajudar. O importante é você reconhecer que precisa de ajuda e buscar pela sua cura interior. Se o mal está no excesso, então vamos diminuir e procurar pelo equilíbrio da vida. 
A preocupação tem que ser sua aliada e não uma inimiga. Ela tem esse nome justamente para te alertar sobre algo, mas isso não pode ser se tornar um problema em sua vida. 
Se você sofre de um ou de todos esses males, eu te indico primeiramente a procurar ajuda profissional. Em segundo lugar sugiro algumas mudanças nos seus hábitos, das quais, tenho certeza que vão te ajudar de forma inigualável!
  • Respire devagar - Quando bater aquela preocupação, aquela dor, aquele medo, procure esvaziar-se de todos os pensamentos ruins, feche os olhos e respire vagarosamente. Isso ajudará a controlar a ansiedade e seus batimentos cardíacos serão normalizados.
  • Faça exercícios físicos - Quando muitos pensamentos ruins começarem a tomar grande espaço na sua cabeça, procure se distrair seja caminhando pela rua, fazendo academia ou um esporte de sua preferência. Isso liberará os hormônios ruins e aumentará sua auto estima.
  • Aprenda a dizer não - Muitas vezes ficamos sobrecarregados por acumularmos muitas funções e obrigações que podem ser compartilhadas com outras pessoas. Não ache que você é polivalente. Aprenda a dizer não e saber das suas capacidades. Melhor fazer pouco, mas bem feito, do que tentar fazer muito e tudo sair desastroso.
  • Tenha amor próprio sempre - Todos esses males são causados por este único fator; falta de amor próprio. Se você passar a se amar mais e se valorizar, vai ver que não importa o tamanho do seu problema, pois ele será resolvido. Dedique-se a se conhecer mais e a saber o que realmente te agrada. Não espere dos outros o que só você pode fazer. Sofrer por uma perda é ruim, mas se você colocar na cabeça que em breve tudo irá melhorar, você já conseguiu se livrar desse problema.
  • Controle a alimentação - Muitas vezes a ansiedade gera em nós uma fome que alimento nenhum pode saciar. A realidade é que o cérebro pede algo para tentar suprir o vazio que se sente, mas não é o que o alimento faz. Ele apenas cria mais males para a vida da pessoa. Portanto, mantenha uma alimentação saudável, rica em fibras entre outros alimentos que despertam a saciedade e que vão te ajudar a melhorar seu metabolismo. 



Cuide do seu corpo e da sua mente! O maior interessado nisto tudo é você mesmo. Então não crie barreiras ou desculpas para liberar sofrimento em sua cabeça. Nós somos acostumados a viver de desculpas, porque ela não nos penaliza, mas nos põe como "coitadinhos" e não é assim que você, nem eu devemos viver a nossa vida. Se atrasou? Aconteceu, fazer o que? É muito trabalho? Divida tarefas. Você não é Deus! Bateu aquela tristeza? Permita-se chorar, sofrer, mas enxugue as lágrimas e diga a si mesmo: Eu já superei isto!

Fique sempre alerta para perceber quando esses males vierem bater na sua porta. Seja educado. Receba, converse e informe: Eu não preciso de você. Eu sou uma pessoa completa e não me sabotarei a custo de nada. 

Seja seu melhor amigo!

Espero ter ajudado.

Gotas de Valor

Beijos de Deh ♥

Sobre o amor

6 de abril de 2017


Eis que retorno aqui e novamente com um assunto complexo: O amor
E como é difícil falar de amor sendo uma aquariana assumida😆...bem, mas nada é impossível.
Falar de amor não é nada fácil para ninguém, aliás, porque esse pode ser o maior dos sentimentos e por ser tão amplo, acaba abarcando uma série de ramificações. Mas já que o amor é um sentimento tão difícil de decifrar, me atenho aqui ao meu ponto de vista sobre ele.

Amor para mim está diretamente ligado ao cuidado, ao apreço, ao querer bem. Não importa se é o amor de um casal, o amor fraterno, materno, paterno, amigo...todos eles se entrelaçam com a vontade de fazer e querer o bem a quem esse sentimento se direciona. E como a gente erra pensando ser amor o que não passava de uma grande ilusão não é? Isso acontece muito por conta da primeira forma como nos apresentam esse sentimento. Desde pequenos somos ensinados a interligar a palavra amor ao sentido romântico, a encontrar sua metade e viver feliz para sempre...Até a gente descobrir que o amor não é nada disso, como a gente vai quebrando a cara por aí! Amor é querer que o outro realize seus sonhos, que tenha motivos para sorrir, que tenha uma vida plena. É sem dúvida desejar o bem sem pedir nada em troca. Amar nem sempre condiz com o estar junto, eu digo por mim que a gente pode amar até mesmo quem não conhecemos pessoalmente, porque amar vai além de qualquer barreira.

Eu não sou o melhor exemplo de pessoa que sabe demonstrar o amor ao próximo, mas eu tenho me esforçado. Juro que tenho. Eu digo que sempre evitei falar de sentimentos porque nunca soube lidar muito bem com eles, mas com o tempo a gente amadurece e entende os sentimentos com mais clareza. Hoje eu posso dizer que tenho amores particulares que distribuo pela vida. É o amor por quem já não está aqui, como o amor que tenho pela minha mãe que tem um tempo que me deixou, e como é bom olhar pra trás e lembrar das coisas que ela fez e como me ensinou a ser uma pessoa boa e melhor a cada dia. Arrisco a dizer que passei a ser mais tolerante depois que entendi esse amor pelo que não está mais aqui, até mesmo porque muitas dessas pessoas se tornam fonte de inspiração para mim em meus contos e obras. O amor também por quem está aqui, perto ou longe. Não importa. Se tenho vontade de demonstrar o sentimento por essas pessoas, não meço distância ou palavras. Sei o quanto é importante valorizar a vida e as coisas enquanto estamos aqui. Ao certo tenho me enrolado muito com esses amores particulares, mas não me privo. Da vida eu quero sentir tudo!


E como amar em um mundo tão frio e violento? Difícil sim, mas não impossível. O amor vem do pouco e vai crescendo. É como a flor que brota em meio ao concreto, que luta contra o improvável e que insiste e resiste. Amor é também quando você deixa ir aquele que ama, que deixa livre e espera. Se voltar é porque sempre deveria ser seu. Amar é respeitar o sentimento do outro, que pode ser o mesmo ou diferente do seu. Amar é ajudar ao próximo sem pensar em recompensas. Mas como é bom ouvir um " Eu te amo" de alguém que não se espera não é? Bem, eu não tenho muita experiência com isso, mas sei que o amor vem até mesmo do silêncio...O amor que se transmite no olhar...

Amar é perdoar. É preferir o silêncio ao invés do embate. É a doação. Amar é um sujeito indefinido mesmo....veste várias roupas e se apresenta sob várias faces. O amor está diretamente ligado à gratidão, à simplicidade, ao lembrar de alguém com carinho...nossa, eu poderia ficar aqui falando e falando sobre isso, mas como eu disse, o assunto é complexo mesmo e eu só entrei neste assunto porque li em um comentário de algum assunto anterior um amigo blogueiro citando a complexidade do amor...e realmente concordo com ele, mas ressalto que falar de amor é algo muito particular e íntimo.




Deixo um conselho: Amemos, mesmo sem saber o que é amar. Que não seja definido, mas que seja verdadeiro. Que te tire o sono, que te sacuda e te arranque da sua zona de conforto, mas que seja bom sentir isso. De outra forma não seria amor. Que nunca deixemos de tê-lo, mesmo sem saber bem para que ele serve. Até mesmo a bíblia diz: Ainda que eu falasse a língua dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou o sino que tine. (1Cor 13)...então amemos, sem definições. Amemos os pais, os irmãos, os amigos, os companheiros da vida, a própria vida...

E se faltar motivo para sorrir, para começar bem o dia, para aqueles momentos em que você perde toda a razão de viver, eu te digo: Eu te amo! De verdade! Mesmo sem te conhecer tão bem...é para isto que estou aqui. É por isso que eu escrevo neste blog. É por isso que ele existe. Para levar amor a quem está precisando. E espero que aceite de coração o meu sentimento e o desejo que a sua vida seja melhor a cada dia. Não procure rótulos ou definições para o que você sente: Apenas sinta! Apenas viva!

Amor

Deh Will


Akai Ito - A lenda do fio vermelho

25 de março de 2017



Olá pessoas! Demorei, mas voltei aqui para escrever sobre um assunto talvez um pouco diferente dos assuntos habituais que escrevo. Faz um tempinho que recebi uma imagem em alguma rede social que falava sobre o "Akai Ito" e logo fiquei curiosa sobre o assunto.

Bem, reza a lenda chinesa, mas que possuí uma versão nipônica também...Enfim, afirma-se que as pessoas que nascem destinadas uma à outra, possuem em um fio vermelho amarrado em seu dedo mindinho e não importa o tempo que demore ou por quais situações essas pessoas passem, aquele fio fica preso nelas até o dia em que se encontram. Em uma versão chinesa mais clara, ao invés de afirmar que o fio vermelho fica preso no dedo mindinho, afirma na verdade que existe uma corda invisível que liga as almas gêmeas e essa corda fica amarrada no tornozelo das pessoas que nascem destinadas a se encontrarem.

Já na versão japonesa, conta-se que um menino seguia da rua para casa, quando encontra um velho sentado debaixo de uma árvore. O velho no caso, seria o deus Xia Lao Yue, e assim que viu o menino, o velho lhe disse que ele precisava arrumar alguém para se casar. O menino aborrecido, disse que não iria se casar nunca e o velho então informou ao rapaz que ele se casaria sim, e com uma menina que tinha o mesmo fio que ele tinha amarrado no dedo mindinho. Pela primeira vez ele olha para a mão e enxerga o fio vermelho e procurando a outra ponta, encontra uma menina sentada na porta de casa. Não aceitando a revelação do deus, o rapaz arremessa uma pedra que fere o rosto da menina ainda pequena. Com o passar do tempo ele busca, mas não encontra ninguém por quem se apaixone, mas em uma determinada noite, andando pela rua ele encontra uma moça e se apaixona apenas pelo jeito dela andar, mas ela que tinha a fama de ser uma das mais belas da região, mal saía de casa e sempre escondia o rosto com um lenço. O homem se casou com ela mesmo sem lhe conhecer a face. Depois que se casaram, a moça mostra o rosto e explica que quando era pequena um rapaz havia lhe ferido e machucado seu rosto, deixando uma grande cicatriz.


Essa lenda ainda é muito forte nesses países e aparecem em filmes, desenhos e até mesmo rituais das cerimônias de casamento. O que queria dizer com esse texto não é nada muito grande, mas que primeiramente, admirei o conto/a lenda desde a primeira vez que li. Acho muito interessante o fato de termos uma alma gêmea, alguém que não temos ideia que vai em algum momento da vida cruzar nossos caminhos e mudar alguma coisa. Eu vejo muita sabedoria nesta lenda, pois são tantas as vezes que nos decepcionamos em relações que só nos fazem mal e vamos tentando aos poucos encontrar aquela pessoa com quem queremos compartilhar nossas vidas, nossos sentimentos e definitivamente, não é nada fácil encontrar essa pessoa...

Bem, eu não sei se você já conheceu sua alma gêmea ou não, mas eu acho que vale a pena conhecer essa lenda e entender que mesmo depois de muitas desilusões, tendo paciência, aquela pessoa que é sua alma gêmea vai aparecer. O termo "alma gêmea" é muito utilizado para determinar se aquele certo alguém é a pessoa que vai te completar e quantas vezes nos confundimos não é?! Bom mesmo seria se esse fio fosse visível para que a busca dessa pessoa fosse menos torturante e diria até menos dolorosa. Se existe ou não esse fio, eu não sei, mas acredito muito na sabedoria oriental e não duvido que possa ser realmente verdade. Acho que o mais difícil é saber se aquela pessoa é sua alma gêmea mesmo. 

O significado de "Alma Gêmea" abrange a um aspecto espiritual, como se o espírito fosse trabalhando o amor de vida em vida para com o tempo atingi-lo em sua forma completa. Bem, daí já chegamos em um assunto bem complexo...mas a minha ideia de escrever sobre o Akai Ito é justamente de ter paciência, pois não importa quanto tempo passe, a pessoa certa vai cruzar o seu caminho. E mesmo que você não saiba esperar, um dia, depois de muitas decepções você vai encontrar aquele alguém e vai se perguntar: Nossa, porque eu passei tanto tempo "quebrando a cara"...ele poderia ter aparecido mais cedo". Bem, dependendo de cada caso, às vezes você também teve que passar por situações ruins para evoluir e amadurecer com o tempo. E quem sabe hoje você já esteja preparada para receber aquele ou aquela pessoa que vai te completar?

Com o tempo, com a paciência e com o amadurecimento, sei que muito em breve a outra ponta do fio vai aparecer pra você e assim, você vai ver nesse outro alguém tudo o que antes lhe faltava e que talvez mesmo muito diferentes, vocês se completam.

Que o Akai Ito seja bem vindo em sua vida e que você possa reconhecer quem realmente é sua alma gêmea. Se já encontrou melhor ainda! rs...mas se ainda não, saiba que eu torço para que ele ou ela não se demore muito e que o amor velha surgir em sua vida e te complete por inteiro!

Beijos

Deh


Quem é você?

7 de março de 2017



Olá!
Quero começar este artigo te fazendo uma pergunta:
-Quem é você?
Vamos falar hoje sobre autoconhecimento. Afinal, você sabe quem você é realmente? Você tem vivido dia após dia dentro de um corpo, gerando emoções ora maravilhosas, ora complexas e acumula tempo, anos de vida, mas nunca parou para saber quem você é de verdade, quais são seus interesses, o que você deseja dessa vida... Nunca? Então vamos fazer isto hoje?

Nós somos acostumados a viver os dias sempre com pressa. Pressa para tudo! Para dormir, pois logo precisa acordar para ir ao trabalho e dar conta de todo o serviço dentro daquele espaço de tempo e não deixar nada acumulado. Pressa para chegar em casa e tentar descansar ...E isso se torna um círculo vicioso, não? Bem, isso me faz lembrar daquele coelho desesperado do filme "Alice nos país das maravilhas", sempre correndo com o relógio, dizendo ter pressa, que está atrasado, etc. Talvez ele realmente estivesse certo e tendo conhecimento da brevidade da vida, tinha aquele desespero de viver. Bem, mas acho que nós não precisamos sair por aí desesperados para viver cada segundo como se ele fosse o último não é?! Então vamos ter calma e hoje façamos um exercício que pouco se faz. Eu mesma não faço sempre, mas podemos tentar juntos: Vamos nos conhecer.

Eu não posso adivinhar como você é, mas posso supor fatos e situações nas quais talvez você se enquadre: Você é aquela pessoa que acha que a vida está sendo sempre injusta com você, que sempre está sendo perseguido no trabalho, que é a pessoa mais azarada do mundo, que tudo para os outros é mais fácil que para você...cheguei perto? Eu posso continuar a citar muitos outros exemplos, mas a verdade é que você tem vivido uma vida sem saber realmente quem você é e o que você quer. Você tem ânsia de vencer logo as batalhas da vida, de ganhar na loteria e resolver todos os seus problemas, de encontrar aquela pessoa especial que vai "mudar a sua vida", que um dia a sua estrela vai brilhar...sim, eu espero que sim! Quem sabe um dia isso tudo aconteça mesmo, não é? Mas enquanto isso não acontece, que tal deixar os pés no chão um pouco e descobrir quais são as suas reais necessidades e desejos. 


Eu gostaria que hoje você se olhasse no espelho e tentasse se conhecer. Não só a parte física, mas que seu olhar consiga atravessar a parte interna, a parte sentimental e você possa se ver, se enxergar com mais exatidão e respondesse a você mesmo quem você é, o que você quer e se você é feliz sendo da forma que é. Se te agrada ser assim, continue sendo. Se for preciso, melhore.Veja seus pontos negativos e crie soluções para conseguir evoluir na vida. Não há nada que não possa ser modificado, mas faça isso apenas se algo lhe incomoda. Nunca mude pelos outros. Tenha você mesmo conhecimento dos seus defeitos e qualidades e consiga se adaptar, mudar, crescer e amadurecer para que possa realmente alcançar suas metas, seus objetivos. Não adianta andar pela vida achando que tudo com você não dá certo e ficar esperando um milagre cair do céu. Como eu já disse uma vez, do céu só caem pingos de chuva e outras coisas não tão agradáveis.

E agora, você já pode me dizer quem você é? Seja aquele que ajuda sem querer receber o favor de volta, que se importa com outros, que sorri sem compromisso, que acredita que o amanhã sempre será melhor que o hoje...e se não for, bola pra frente! Nós teremos mais dias e que consigamos vivê-los sem pressa, mas sempre sabendo o que se quer e quem você é. Sua identidade é única, então que a partir deste momento você consiga ser uma pessoa melhor para você e para os outros. Os seus defeitos continuarão aí dentro, mas você pode ir trabalhando cada um deles para quem sabe um dia, eles te abandonem. Não tente ser perfeito. Tente ser apenas você. Nem mais, nem menos.

Para fechar, eu posso te falar um pouco de mim. E faço este desabafo como forma de exercício para que você também possa fazer e ser sincero com você e com todos. Eu sou a Debora, aquela moça da foto ali em cima↗...sou uma pessoa do bem, tenho um milhão de defeitos e luto com eles todos os dias, cometo erros como qualquer um, mas tenho lá minhas qualidades...Eu tenho fé! Eu tenho vontade de ajudar, eu fico feliz em saber que posso fazer a diferença na vida de alguém, seja contando uma piada (coisa que eu não tenho o mínimo talento😄), seja dando um conselho ou mesmo cedendo meus ouvidos para que alguém que confie em mim possa abrir seu coração. Eu sou chata, engraçada, encrenqueira, carinhosa, chorona, brava...e eu sou feliz sendo quem sou e como sou. O que eu quero hoje, isso eu também sei. Eu quero o melhor pra mim, mas também desejo esse melhor para você que eu conheço e que eu não conheço, mas mesmo assim tenho um carinho imenso e torço de coração para que tudo em sua vida dê certo.

Se tiver oportunidade, tente parar e descobrir quem você é. Eu tenho certeza que isso te fará ser uma pessoa mais esclarecida e sincera. Com isso você conseguirá desenvolver melhor a sua parte sentimental, espiritual e física. Assim a sua autoestima vai ficar lá no alto. Se conseguir fazer isto, eu espero de coração que você  goste de si mesmo, e aproveito para deixar uma dica: Seja o melhor que você puder ser, tanto para você, quanto para o mundo!


Com o carinho de sempre!

💗Deh💗

Sobre sonhar

25 de fevereiro de 2017



Você lembra da sua infância? Lembra de como era lindo sonhar e as coisas eram tão fáceis, tão perfeitas, tão lindas...
Eu lembro que ao brincar de bonecas e acho que só tive uma boneca em toda a minha vida, eu imaginava que nós eramos a mesma pessoa, mas ela (que era uma versão pirata da barbie) como era "adulta" podia mais coisas que eu, ainda pequena. E ela era toda bonitona e independente, mas ela queria casar, ter filhos e na imaginação de uma pobre criança tudo isso ela realizou e só havia um sentimento: a felicidade. Tudo ela conseguia realizar e nada lhe parecia complicado ou problemático.

E como era bom sonhar não é? Assistir a todos aqueles desenhos animados e se imaginar vivenciando tudo aquilo...cavalgar no "cavalo de fogo", combater o mal como os "ursinhos carinhosos" ou até mesmo tentar achar a saída e voltar à vida real como faziam as crianças da "caverna do dragão"...quanta velharia não é? rss...bem, mas isso tudo fez parte da minha infância e como era bom poder deixar a mente viajar por esse mundo imaginário, onde mesmo que nem tudo fosse perfeito, no final o bem sempre vencia o mal.

Depois de crescidos, os sonhos mudam muito. A nossa realidade por muitas vezes nos é cruel e vez ou outra nos falta jogo de cintura para driblar situações ruins e adversidades. A maioria dos sonhos hoje é poder acordar, sair de casa e voltar sem algum arranhão, é conseguir pagar todas as contas, é ver a família bem de saúde, entre muitas outras coisas. Mas onde foram parar aqueles sonhos infantis? Você ainda os tem? Ontem, voltando para casa debaixo de um sol escaldante, me deparei com uma jovem mãe que segurava seu filho ainda de colo, junta a outras crianças já maiores tomando banho na rua com a água que caia de um cano. Lá do alto, caia, fazendo uma cachoeira fina e a mãe segurando o menininho no colo, o colocava debaixo d'água e ele balançava o corpinho numa felicidade extrema. Tanto ele como a mãe e as outras crianças que ali estavam, demonstravam grande felicidade num ato tão simples, tão natural. Eu ria e dizia a mim mesma: "Ah, como é bom ser criança!". Lembrei de como a gente esquece das tantas vivências, quanto das imaginações infantis. Da felicidade que se adquiria no pouco e no hoje, temos tanto e ainda reclamamos de nada ter. Como a vida muda...como nós mudamos...


Se for válido o conselho nesse dia, eu te digo: Não se permita viver sem sonhar. Claro que não se pode viver de ilusões, mas nos sonhos tudo nos é possível, e isso nos motiva também na realização destes sonhos. Feche seus olhos, busque aquele sonho infantil e deixe-se levar por aquela segurança de poder transpor montanhas, de voar, de atravessar paredes, liberte-se! Depois abra os olhos e traga isso para a sua realidade. Seja capaz de resolver seus problemas, de criar soluções para casos impossíveis, de poder sorrir de novo com a mesma eficácia daquele sorriso infantil. 

Sonhar nunca é nem demais nem de menos e suas amplitudes são das mais variadas. E você, tem sonhado? Eu posso dizer que sim. E nesse tanto sonhar, tenho criado as mais belas canções, os mais belos versos e contos e essa é a maior prova de que sonho e realidade andam juntos, e um sem o outro não é completo. Por isso eu ainda sigo afirmando: Sonhe! Encontre seu príncipe encantado, sua princesa, construa seu castelo! Quem te chama demais pra realidade, vive uma vida sem imaginação, sem motivação, sem cor. Que seus sonhos tenham a cor da sua infância, de quando você brincava e corria atrás de borboletas e cigarras, de quando corria atrás de bolhas coloridas, de quando tomava banho de chuva e depois ficava admirando o arco-íris no horizonte, de quando a mãe chamava pra comer bolinho com café e leite, quando tudo era mágico e facilmente alcançável. Se hoje as coisas são difíceis, remeta-se ao que lhe fazia bem e traga-o para o presente.


Permita-se sonhar! Permita-se ser tudo aquilo que um dia você pôde ser e hoje não é mais. Seja quem e o que você quiser...seja em seus sonhos, seja na sua realidade. Apenas seja!



♥Deh Will♥

Sobre emoções (e reconhecimentos)

18 de fevereiro de 2017



Muitas vezes sinto saudade e vontade de postar, mas me perco nos meus afazeres e acabo deixando de aproveitar bons momentos para escrever, mas hoje acho que consegui um bom momento para vir aqui. Digo isto porque é sempre bom poder transferir aos outros as coisas boas que temos dentro de nós...mas o meu momento, eu sei realmente que não é o melhor.

Hoje talvez eu fale pouco, não seja clara, mas gostaria de falar de emoções: uma palavra que tenta traduzir um milhão de sensações internas e muitas vezes não consegue chegar nem à metade do que se vive ou se sente em dado momento. Já não bastando ser difícil de traduzir, ainda temos que demonstrar...e muitas vezes metemos os pés pelas mãos e misturamos tudo. Eu posso dizer que sou rainha nesse quesito...

Falando de emoções de um forma mais científica e psicológica, podemos avaliar o quadro abaixo:


Se o Anthony Robbins reconhece que as emoções são de difícil controle, imagine você sendo mulher, tendo TPM, tendo momentos de carência...Eu digo por mim mesma que acaba sendo impossível controlar a força dessas emoções e acabo conduzindo tudo da forma mais errônea possível. É meus amigos, não é nada fácil lidar com as emoções, principalmente quando todas se misturam e você mal sabe o que quer transpassar e acaba atropelando tudo. Eu ando ficando Expert neste assunto.

Então você me pergunta: Mas se você não faz nada correto, como pode vir aqui falar para eu fazer da maneira certa?
Bem, porque essa é a melhor coisa que eu posso fazer. Tentar te ajudar a não ser como eu sou. Todos nós temos os nossos defeitos particulares e temos que reconhecê-los. Nos meus defeitos, eu acabo sendo sentimental demais e nessa mistura de emoções, acabo afastando as pessoas que gosto e não gostaria que isso acontecesse com você. Portanto se houver oportunidades de controlar suas emoções; aproveite. Seja sincero sim, mas antes de tudo busque ser claro e procure manter distância quando achar que pode ferir alguém por conta de um momento mais delicado que esteja passando. Muitas pessoas não entendem que isso pode ser uma confusão de emoções e podem não perdoá-lo por suas palavras ou ações.

Esse foi só um desabafo de quem gostaria de ser melhor, de ser mais centrada, mas infelizmente no meu particular posso dizer que sou uma mar de emoções que balançam a todo momento, jogando emoções boas e ruins pra cima e pra baixo e nunca se sabe qual irei usar para lidar com alguém. Dado isto, tenho afastado pessoas importantes da minha vida e nunca foi o que eu quis.

Seja feliz e procure concentrar suas emoções a um estado ao qual possa controlar. Eu tenho certeza que as pessoas vão gostar do seu jeito, seja ele qual for, mas sendo uma pessoa centrada, você mesmo evita a falta de controle das emoções e vai ter uma vida bem melhor. O meu exercício é constante e espero que você aceite esse "conselho" que sei, vindo de alguém que reconhece não ser o melhor exemplo, acaba parecendo meio "picareta", mas saibam que já o fato de reconhecer seus próprios erros faz com que seja mais fácil seguir pelo caminho da redenção.

Desejo que todos nós possamos usufruir das emoções de igual pra igual, sem exageros, sem medidas drásticas, sem se perder de quem se ama. Que elas sejam nossas aliadas e não nossas inimigas.
Que Deus nos ajude a ser melhor a cada dia, que você possa vencer as suas barreiras e que eu possa vencer as minhas também.

Um grande abraço

♥Deh♥



  • Home
  • Saiba mais
  • Leia aqui
  • Sitemap
  • Contato
Back to top